F1: De la Rosa diz não ter visto diferenças em relação aos outros ano no Bahrein

O presidente da GPDA (sigla, em inglês, para Associação dos Pilotos de Grande Prêmio), Pedro de la Rosa, insiste que não está preocupado com a segurança durante o GP do Bahrein após ver a situação no país.

O espanhol destacou que a entidade dos pilotos confia no processo que fez com que a FIA tomasse a decisão em realizar a prova no próximo domingo.
“Não é uma preocupação”, disse De la Rosa à AUTOSPORT. “Pensamos que não sabemos qual é a situação do Bahrein bem o suficiente para ter uma opinião forte. Então, confiamos nas pessoas que fizeram toda a pesquisa – o que foi feito pela FIA. Não procuramos por mais detalhes.”
“Confiamos nas pessoas que decidiram. É o melhor que pudemos fazer e nos mantém longe de polêmicas. Somos esportistas e temos de estar na pista.”
Enquanto alguns pilotos citaram ter preparado um esquema de segurança adicional, De la rosa não vem tratando a prova de maneira diferente em relação às edições dos anos anteriores.
“Estou seguindo o mesmo processo e o mesmo esquema de viagem como foi em qualquer GP do Bahrein com o qual já estive envolvido”, afirmou. “Nâo vi nenhuma diferença até agora. Talvez haja um pouco mais segurança nas entradas dos hotéis, mas não vi nada diferente.”
Fonte: Tazio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *