F1: De la Rosa sonha com rodízio de espanhóis na McLaren

O piloto de testes da McLaren, Pedro de la Rosa, disse na quarta-feira que sonha em herdar a vaga deixada por outro espanhol, Fernando Alonso, para a próxima temporada da Fórmula 1.

“Todo mundo quer ser piloto da McLaren”, disse o espanhol, de 36 anos, ao site do jornal Marca (www.marca.com). “Eles são uma equipe vencedora. Meu sonho sempre foi correr, e naturalmente é essa possibilidade que me mantém como piloto de testes.”


De la Rosa largou em oito corridas pela McLaren em 2006, depois que o colombiano Juan Pablo Montoya trocou a equipe por uma nova carreira na Nascar norte-americana.


O espanhol foi segundo colocado na Hungria e tinha esperança de se tornar titular, mas acabou preterido pelo estreante britânico Lewis Hamilton.


O bicampeão Alonso rompeu na semana passada com a McLaren, após apenas um ano de contrato, numa temporada marcada por atritos.


Nico Rosberg, que era forte candidato para substituí-lo, foi confirmado na quarta-feira como piloto da Williams.


O executivo-chefe da McLaren, Martin Whitmarsh, disse que a equipe já informou aos pilotos interessados que só vai negociar com os que provarem que estão livres.


De la Rosa desejou sorte a Alonso. “Para mim foi um prazer trabalhar com ele, e de agora em diante cada um segue seu caminho. Tenho mais dois anos do meu contrato com a McLaren e quero ganhar o título que não conseguimos ganhar neste ano”, afirmou.


(Por Alan Baldwin – Reuters)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *