F1: Defeito na suspensão dianteira motivou a Lotus a abandonar treinos, diz revista

Uma das muitas surpresas que envolveram o segundo testes coletivo em Barcelona foi o abandono da Lotus logo no primeiro dia, quando Romain Grosjean estava na oitava volta com o E20, carro projetado para a temporada 2012 da Fórmula 1. Segunda a publicação alemã Auto Motor Und Sport, o problema no chassi, apontado como motivo da saída, está relacionado com o suporte da suspensão dianteira.

A escuderia optou por retornar a sede em Enstone, na Inglaterra, e resolver o problema, o que levou a Lotus a perder boa parte da pré-temporada. O finlandês Kimi Raikkonen, que não chegou a guiar o E-20 em Barcelona, já havia relatado problemas com a direção do carro nos primeiros testes, em Jerez de la Frontera, na Espanha.

Ainda segunda a revista da Alemanha, a Lotus teria contratado um especialista da Red Bull para deixar o carro mais leve e consequentemente mais rápido. Entretanto, a escuderia negou a informação.

Os testes em Barcelona continuam no dia primeiro de março e seguem até o dia quatro. A Lotus estará preparada para aproveitar a chance de testar o carro e recuperar o tempo perdido antes do início das corridas, em Melbourne, na Austrália.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *