F1: Depoimentos da McLaren ajudam investigação

A polícia italiana afirmou hoje que os depoimentos dados pelos funcionários da McLaren nos últimos dias foram muito úteis para as investigações sobre o escândalo da espionagem envolvendo a equipe inglesa e a Ferrari, ao longo da temporada 2007.

De acordo com os policiais, o material colhido na McLaren “preencheu as lacunas sobre as evidências do caso”. Para a polícia, está clara “a responsabilidade dos chefes e de alguns técnicos do alto escalão da McLaren”.


O procurador Giuseppe Tibis, que reside na província de Modena, casa da Ferrari, acompanhou as investigações feitas pela polícia italiana.


Os investigadores visitaram o Centro de Tecnologia da McLaren e as casas do chefe principal da equipe, Ron Dennis, do chefe-executivo, Martin Whitmarsh, do chefe técnico, Paddy Lowe, e os funcionários Jonathan Neale e Rob Taylor.


Na última quarta-feira, a McLaren havia afirmado que a polícia “estava completamente satisfeita com a cooperação que recebeu da equipe inglesa”.


Fonte: Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *