F1: Depois de batalha, Button critica manobra de Schumacher

A principal batalha do Grande Prêmio da Espanha de Fórmula 1 envolveu Jenson Button e Michael Schumacher e terminou com polêmica. Irritado após não ter conseguido superar o alemão, o inglês criticou o adversário por uma manobra realizada na saída dos boxes.

Depois de largar no quinto lugar, Button se manteve tranquilamente ali até a 17ª volta. Nesse momento, ele teve um pequeno problema no pit stop, perdendo mais tempo que o esperado, e voltou à pista precisando dividir a curva com Schumacher.
Ao final, o piloto da McLaren levou a pior na disputa e atacou a postura do corredor da Mercedes. “Michael veio por dentro e se eu não tivesse diminuído (a velocidade) teria ocorrido uma batida”, disse. “Ele não deu muito espaço para mim. Com sua experiência, ele sabe disso. Realmente não foi a manobra correta”.
Mais rápido que Schumacher, Button até tentou a ultrapassagem nas voltas seguintes, perseguindo o alemão e chegando a ficar lado a lado com o rival, porém não conseguiu obtê-la. “É difícil ultrapassar aqui (em Barcelona) e Michael não é tonto, então em uma pista assim você não vai superá-lo. Ele não cometeu erros, foi frustrante”, afirmou.
Ao final, pelo menos o inglês foi beneficiado pelo abandono de Lewis Hamilton, cujo pneu dianteiro esquerdo estourou na antepenúltima volta, e manteve a liderança do Mundial de Pilotos com três pontos de vantagem sobre Fernando Alonso – teria ficado apenas um à frente de Hamilton caso este tivesse completado a prova em segundo.
O problema do companheiro de McLaren levou Button ao quinto lugar, classificado por ele como “ok”. Mesmo assim, o atual campeão da Fórmula 1 admitiu a decepção: “há um lado positivo e um negativo, porque não usei a velocidade que tínhamos”.
Fonte: Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *