F1: Dezoito anos sem Ayrton Senna

Hoje faz dezoito anos do acidente fatal do brasileiro Ayrton Senna.

Um dos maiores ídolos do esporte brasileiro, o Tri-Campeão Mundial de F-1 faleceu após um acidente durante o GP de San Marino de 1994. Senna bateu na Curva Tamburello na 5ª volta da prova, quando liderava a bordo de uma Williams-Renault.

Senna estreou na F-1 no GP do Brasil de 1984, pela Toleman. Naquele ano já demonstrou o seu talento na chuva, ao terminar em 2º lugar no GP de Mônaco.

No ano seguinte foi contratado pela Lotus, vencendo pela primeira vez em Portugal, em um prova em Estoril marcada pela forte chuva. Ele ficou na Lotus até 1987, vencendo mais cinco GPs. 

Foi contratado em 1988 pela McLaren, para ser parceiro do francês Alain Prost, iniciando uma das maiores rivalidades da historia da categoria, ao ser Campeão Mundial pela primeira vez. 

No ano seguinte a rivalidade se acirrou, culminando com a batida na largada do GP do Japão, que decidiu o campeonato a favor de Prost. O francês deixou a equipe no final do ano, indo para a Ferrari.

No GP do Japão do ano seguinte, Senna deu o troco, acertando o rival na largada do GP japonês, conquistando o bi-campeonato. Em 1991 Senna venceu pela primeira vez no Brasil.  No ano seguinte foi tri-campeão.

Com o domínio da Williams em 1992 e 1993, Senna não teve como lutar pela taça. Em 1993 venceu novamente o GP do Brasil.

Em 1994 assinou com a Williams, para pilotar o melhor carro da época. Depois de marcar a pole e abandonar os dois primeiros GPs do ano, no Brasil e Pacifico, Senna foi para San Marino disposto a iniciar a reação.

O fim de semana começou com um forte acidente com o brasileiro Rubens Barrichello (Jordan) na sexta-feira. No sábado um acidente matou o novato austríaco Roland Ratzemberger (Simtek). Isso tudo abalou muito Ayrton, que pensava em não disputar a prova.

Infelizmente Senna alinhou na pole-position naquele domingo, 1º de maio.

Senna tinha 34 anos. Foram 41 vitórias na F-1 e 65 poles em 141 GPs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *