F1: Di Grassi volta à pista em Jerez

Depois da Virgin Racing anunciar, na quarta-feira, que finalmente o problema hidráulico fora diagnosticado, piloto acredita que o VR-01 está em franca evolução.

O brasileiro Lucas Di Grassi (Clear/Eurobike/Locaweb/Schioppa) volta à pista nesta sexta-feira, em Jerez de La Frontera, na Espanha, para sua terceira participação nos testes coletivos da Fórmula 1. Diante dos bons resultados obtidos durante os testes de seu companheiro de equipe, o alemão Timo Glock, que ontem completou 72 voltas, o piloto mostra-se otimista e acredita que o VR-01está em franca evolução.
“Hoje o carro andou bem melhor e o Timo pode fazer muitas voltas. Acho que amanhã poderemos continuar com o nosso principal objetivo, que é fazer quilometragem e continuar testando a durabilidade dos nossos componentes. Tivemos alguns problemas nos primeiros testes, mas acho que felizmente teremos como correr atrás do tempo perdido. Certamente, quando chegarmos ao Bahrein – na corrida que marca a abertura da temporada 2010, em 14 de março – teremos um carro muito melhor”, disse o piloto. 
Na quarta-feira, segundo o diretor-técnico da Virgin, Nick Wirth, o problema hidráulico do novo carro, que segundo ele causavam “longos e frustrantes períodos de confinamento no box”, finalmente fora detectado.
O rápido trabalho da equipe surtiu efeito e, durante todo o dia, o carro apresentou melhor performance. “O clima na equipe está ótimo. Acho que agora teremos a oportunidade de evoluir bastante rápido”, disse o brasileiro.
As condições climáticas, porém, não são das melhores. De acordo com a previsão meteorológica, para esta sexta-feira, novamente, a previsão é de chuva. 
Nos testes anteriores, o brasileiro completou um total de 71 giros – oito no primeiro, realizado na tarde da última sexta-feira (12) sob forte chuva, e 63 no sábado (13). 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *