F1: Diretor da Williams sugere testes com novos pneus

Atual fornecedora de pneus da Fórmula 1, a Bridgestone anunciou sua saída da categoria no final da temporada. As equipes ainda não decidiram a sucessora da empresa, mas Sam Michael, diretor técnico da Williams, sugere a realização de testes com os novos compostos até o final da temporada.

As equipes precisam começar a projetar o carro de 2011, e fazê-lo sem saber as características dos novos pneus aumenta o grau de dificuldade. “Temos que supor que eles serão similares aos que usamos agora, porque não temos nenhum outro dado”, disse Michael ao site Autosport.
Com propostas da Michelin e da Pirelli para suceder a Bridgestone, as equipes pretendem tomar uma decisão antes do Grande Prêmio da Turquia, marcado para o próximo dia 30 de maio. Desta forma, a ideia de Michael é que os times façam testes com os novos pneus depois de uma ou duas etapas do Mundial de 2010.
“O ideal seria fazer dois treinos de uma hora com os novos pneus, se eles puderem ser produzidos rapidamente”, afirmou o diretor técnico. Ele sugere que os testes sejam feitos nas segundas-feiras depois dos corridas de Monza e Abu Dhabi, a última da temporada.
“Nós ainda não decidimos o fornecedor de pneus e até mesmo quando recebermos os dados será difícil verificar as diferenças entre a Bridgestone e quem quer que seja sem colocar o carro na pista. Espero que tenhamos algum tipo de teste”, finalizou Michael.
De acordo com o site Autosport, as equipes já negociam a possibilidade de realizar um treinamento logo depois do final da temporada, em Abu Dhabi. A última prova do calendário está marcada para o dia 14 de dezembro de 2010 e os testes seriam feitos sem os pilotos titulares.
Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *