F1: Presidente da Ferrari admite sentir falta de Schumacher

Luca di Montezemolo, presidente da Ferrari, declarou sentir falta dos tempos em que Michael Schumacher, hoje na Mercedes, corria pela equipe.

“Por vezes, sinto a falta de Schumacher. Vivemos anos maravilhosos juntos. Ele deu muito à Ferrari, mas também recebeu muito”, disse.
Montezemolo foi a figura principal na volta de Shumacher às pistas, pois foi dele a ideia de que o piloto substituísse Felipe Massa após o acidente.
O italiano disse que chegou a pensar em convidar o heptacampeão para uma partida beneficente, mas, para não associá-lo à Ferrari, desistiu.
“Há alguns dias atrás, queria ligar para ele e perguntar se queria jogar neste encontro, mas como este ano uma das equipas é chamada Ferrari, preferi não o fazer”, contou.
Schumacher ficou quase 15 anos na escuderia italiana, como piloto até 2006 e, após se aposentar, passou a atuar como consultor da equipe e da marca.
Fonte: Lancepress!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *