F1: Dupla da Mercedes lamenta má corrida e safety car

Schumacher afirma que luz vermelha “errada” arruinou uma corrida promissora

A dupla da Mercedes, integrada pelos alemães Nico Rosberg e Michael Schumacher, demonstrou extremo descontentamento com o fato de terem terminado na 12ª [décimo, após punições] e 16ª posições, respectivamente.

Para Rosberg, no entanto, o fato de ter sofrido em Valência pode ser encarado como uma possibilidade de aprendizado, para que os erros não aconteçam novamente. Já Schumacher se diz irritado com as regras do safety car, que gerou a punição a tantos pilotos.

“Não foi uma boa corrida para mim hoje. Sofri um pouco com o nível de aderência dos pneus e tive de trabalhar muito para preservar meus freios, o que me impossibilitou de brigar por posições”, disse Rosberg.

“Entretanto, tentei ver pelo lado positivo e aprender algo com isso porque você sempre pode levar algo de bom de alguma situação e utilizar essa experiência depois. Foi um fraco final de semana, mas precisamos resolver nossos problemas e melhorar.”

“Que corrida… Gostaria de ter uma explicação mais calara sobre a situação do safety car já que a luz vermelha na saída do meu primeiro pit stop destruiu uma corrida que em outras situações teria me dado boas oportunidades”, afirmou Schumacher.

“Nosso ponto de vista é que o safety car passou pelo pit lane sem os carros alinhados atrás, então não deveria haver luz vermelha. Houve luz verde por um momento e, depois, a vermelha voltou. Acho que isso não é correto. Nossa estratégia poderia ter nos deixado perto do pódio”, lamentou.

Fonte: UOL.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *