F1: Ecclestone critica: ‘As equipes só querem gastar e gastar’

Responsável pela parte financeira e administrativa da Fórmula 1, Bernie Ecclestone manifestou seu apoio ao teto orçamentário, medida que a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) visa colocar em prática a partir de 2010, dando benefícios àqueles que aceitaram gastar, no máximo, £40 milhões (cerca de R$ 130 milhões) na temporada.

“As grandes equipes não entendem essa proposta porque não está no DNA delas ganhar dinheiro na Fórmula 1. Eles só sabem gastar, gastar e gastar”, disparou o dirigente, em entrevista ao jornal The Daily Express. “É estranho que, em um período em que todos buscam reduzir gastos no mundo, alguns não fiquem contentes com as nossas propostas”, destacou.

Bernie ainda lembrou que um orçamento alto não é garantia de nada. “Não é uma corrida para ver quem gasta mais. A Ferrari ficou muitos anos sem título mesmo tendo mais despesas que os concorrentes”, observou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *