F1: Ecclestone critica equipes ‘falidas’ e elogia Mercedes

O inglês Bernie Ecclestone, uma das maiores autoridades da Fórmula 1, comentou a debandada de escuderias da categoria nos últimos anos e valorizou a ascensão da recém-criada Mercedes, que adquiriu, ao final da temporada passada, a Brawn GP.

Sobre a escuderia alemã, que contratou o compatriota Nico Rosberg e bancou o retorno de Michal Schumacher, o presidente da FOM (Formula One Management) acreditava que a equipe iria comprar a McLaren, contudo classificou como certeira a opção pela aquisição da “meteórica” Brawn GP.

“Para ser honesto, minha opinião sempre foi a de que a Mercedes deveria tomar o controle da McLaren anos atrás. Contudo, o que eles fizeram agora foi absolutamente sólido. A Mercedes é competidora. Eles competem há 100 anos, sempre estiveram ali. No futuro, ela deveria pagar pela participação na Fórmula 1, considerando a quantidade de publicidade que receberam ultimamente”, disse.

Além de elogiar o sucesso da estreante – a Mercedes ocupa, atualmente, a quarta colocação do Mundial de Construtores, com 60 pontos -, Ecclestone alfinetou o fracasso de montadoras como a Honda e a Toyota. “A Toyota teve altos e baixos no rali no passado e se voltou à Fórmula 1. Provavelmente, eu não deveria dizer o que vou dizer, mas acho que a equipe foi mal administrada. Meu palpite é o de que, se tivesse sido gerida de forma adequada, ainda estaria conosco”, afirmou.

Fonte: Gazeta Esportiva 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *