F1: Ecclestone: ‘seria bom ter Bruno Senna na F-1’

Responsável pelos negócios da Fórmula 1 e um dos homens mais influentes dos paddocks, Bernie Ecclestone reconheceu que a possibilidade do brasileiro Bruno Senna se alinhar no grid da categoria nas próximas temporadas seria algo muito positivo.

O sobrinho do tricampeão mundial Ayrton Senna foi o grande destaque da última sexta-feira em Mônaco, quando venceu sua primeira prova da Fórmula GP2, 15 anos depois do último êxito do tio no Principado.


“Isso é bom. Seria bom ter Bruno na Fórmula 1. Não sei quanto tempo isso vai demorar, vamos ver. As pessoas só vão contratá-lo, se ele tiver boa performance”, declarou Ecclestone à revista GPWeek.


Líder da GP2, Bruno pode ter como provável destino em 2009 a Toro Rosso, escuderia cujo co-propritário é o ex-piloto Gerhard Berger, amigo pessoal da família e conselheiro do novato – pelas especulações do paddock, o alemão Sebastian Vettel seria “promovido” para a Red Bull, abrindo uma vaga na equipe.


“Não gostaria de falar sobre isso, porque há outras prioridades no momento e nós já temos pilotos. Realmente, não é a hora certa para falar sobre isso”, despistou o austríaco. No entanto, Berger não deixou de manifestar sua felicidade com o êxito do brasileiro.


“Para ser honesto, eu estou muito orgulhoso de Bruno, porque sei como ele começou e conheço a história dele. Disse a ele no sábado: OK, acho que você agora tem que ganhar o campeonato e aí pode dar o próximo passo. Não vai ser fácil, mas depois de Mônaco, acho que Bruno pode conquistar o título”, analisou.


Fonte: Gazeta Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *