F1: Em corrida tumultuada pela chuva Alonso vence em Nürburgring

O espanhol Fernando Alonso, da McLaren, venceu neste domingo (22/07), o GP da Europa, em Nurburgring, na Alemanha, 10º etapa da temporada. Foi a terceira vitória do bi-campeão no ano. O brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, foi o 2º, seguido pelo australiano Mark Webber, da Red Bull.

Quando os carros alinharam para o grid a pista estava seca, com a largada sendo dada. O pole-position Kimi Raikkonen, da Ferrari, manteve a ponta, com Massa passando Alonso. Só que menos de um minuto depois a chuva chegou muito forte, fazendo uma bagunça total.

O estreante alemão Markus Winkelhock, que tinha largado dos boxes, após trocar os pneus pra chuva, assumiu a liderança da prova, quando todos começaram a parar nos boxes para colocar pneus de chuva. Com o dilúvio vários pilotos não conseguiram se manter no traçado, rodando e saindo da pista. Jenson Button, da Honda, Adrian Sutil, da Spyker, Lewis Hamilton, da McLaren, Nico Rosberg, da Williams, Scott Speed e Vitantonio Liuzzi foram se sucedendo nas saídas de pista. Hamilton teve a ajudado guincho para voltar a corrida. Os outros ficaram fora da disputa.

Na 3º volta o Safety-Car entrou na pista, e uma volta depois a prova foi paralisada com bandeira vermelha. Winkelhock, num momento único da Spyker, era o líder, seguido por Massa, Alonso, Webber, David Coulthard, da Red Bull, Heikki Kovalainen, da Renault, Raikkonen, Alexander Wurz, da Williams, Rubens Barrichello, da Honda, Giancarlo Fisichella, da Renault, Robert Kubica, da BMW Sauber, Ralf Schumacher, da Toyota, Takuma Sato, da Super Aguri, Jarno Trulli, da Toyota, Nick Heidfeld, da BMW Sauber, Anthony Davidson e Hamilton.

Com os carros alinhados no grid a prova ficou parada por cerca de meia hora. A prova recomeçou na 4º volta, com o carro de segurança dando três voltas antes de entrar nos boxes. Com a prova em bandeira verde, Massa e Alonso passaram Winkelhock, que foi sendo superado carros mais rápidos. Coulthard era o 3º. Hamilton parou nos boxes pela segunda vez, colocando pneus para seco, pois a chuva tinha parado.

Com a pista secando os pilotos retornaram aos boxes, para uma nova troca de pneus. Na 12º volta Massa e Alonso pararam juntos. Winkelhock, que já marcou seu nome entre os que lideram ao menos uma volta na carreira, abandonou na 14º com problemas mecânicos no carro.

Massa liderava com 2,4 segundos de vantagem para Alonso. Raikkonen era o 3º. Heidfeld e Schumacher se tocaram na 19º volta, com o alemão abandonando, muito irritado.

O brasileiro da Ferrari foi abrindo vantagem volta a volta, com seu companheiro Raikkonen abandonando na 34º, com alegados problemas hidráulicos. Com 40 voltas disputadas Massa tinha 7s2 de vantagem para Alonso.

O tempo maluco na Alemanha, com previsões de volta da chuva, quando o sol apareceu, fez a sua última traquinagem a sete voltas do final da prova, quando a chuva retornou, para desespero dos pilotos e equipes.

Massa e Alonso entraram nos boxes na 53º volta, retornando juntos à pista. O espanhol então começou a forçar a ultrapassagem, com Massa, que na coletiva de imprensa disse que os pneus estavam desequilibrados, tentando se manter a frente. Duas voltas depois não teve jeito, os dois se tocaram na disputa e Alonso passou.

A briga pela última vaga no pódio entre Webber e Wurz foi até a linha de chegada. O australiano escorregou na chicane, conseguindo se manter a frente do austríaco.  Foi o 2º pódio da carreira de Webber. Wurz foi o 4º, seguido por Coulthard, Heidfeld, Kubica e Kovalainen. Hamilton terminou em 9º, com seu primeiro resultado fora dos pontos no ano. Barrichello terminou em 11º.

Depois da corrida, na hora da pesagem dos pilotos, Massa e Alonso trocaram farpas, com o brasileiro reclamando do espanhol e vice-versa. Coisas de corrida.

Hamilton mantém a liderança do campeonato, com 70 pontos, agora só dois a mais do que Alonso. Massa é o 3º com 59 e Raikkonen o 4º, somando 52.

A luta pelo título está aberta e pegando fogo.

A próxima etapa acontece no dia 5 de agosto, o GP da Hungria em Hungaroring.



























































































































Pos Piloto Equipe Diferença
1 Fernando Alonso McLaren-Mercedes  
2 Felipe Massa Ferrari +8.1 seg
3 Mark Webber Red Bull-Renault +65.6 seg
4 Alexander Wurz Williams-Toyota +65.9 seg
5 David Coulthard Red Bull-Renault +73.6 seg
6 Nick Heidfeld BMW +80.2 seg
7 Robert Kubica BMW +82.4 seg
8 Heikki Kovalainen Renault +1 volta
9 Lewis Hamilton McLaren-Mercedes +1 volta
10 Giancarlo Fisichella Renault +1 volta
11 Rubens Barrichello Honda +1 volta
12 Anthony Davidson Super Aguri-Honda +1 volta
13 Jarno Trulli Toyota +1 volta
Ret Kimi Räikkönen Ferrari +26 voltas
Ret Takuma Sato Super Aguri-Honda +41 voltas
Ret Ralf Schumacher Toyota +42 voltas
Ret Markus Winkelhock Spyker-Ferrari +47 voltas
Ret Jenson Button Honda +58 voltas
Ret Adrian Sutil Spyker-Ferrari +58 voltas
Ret Nico Rosberg Williams-Toyota +58 voltas
Ret Scott Speed STR-Ferrari Rodada
Ret Vitantonio Liuzzi STR-Ferrari Rodada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *