F1: Em nota, Honda lamenta fechamento da Super Aguri

Depois do anúncio da desistência da Super Aguri em continuar na temporada 2008 da Fórmula 1, a Honda soltou um comunicado oficial no qual diz que fez o possível para ajudar a escuderia japonesa. Entrentanto, com o fracasso das tentativas, restou aos dirigentes da montadora lamentar a decisão de Aguri Suzuki.


“A Honda continuou a apoiar a Super Aguri dentro do possível, mas eles manifestaram a decisão de se retirar do campeonato por não serem capazes de manter a operação independente do time. A desistência deles é muito frustrante para nós e todos os fãs que os apoiaram na partilha dos sonhos e na luta ao lado da Honda”, afirma o documento.


Apesar da palavra oficial, os funcionários da Super Aguri reclamam que foi o próprio chefe da Honda, Nick Fry, quem mandou que a entrada da escuderia japonesa fosse impedida no autódromo de Istambul, na Turquia, que recebe a Fórmula 1 no próximo fim de semana.


A Honda, por sua vez, garante que se envolveu em todas as tentativas de salvar o negócio de Aguri Suzuki, como as negociações com o Magma Group e a empresa alemã Weigl Group.


Fonte: Gazeta Press

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *