F1: Equipe de Barrichello nega artifício para atrair patrocínio

Logo em seu primeiro treinamento coletivo, o carro da Brawn GP foi o mais rápido entre as dez equipes que disputarão o Mundial de Fórmula 1. A performance inesperada de Jenson Buttou na última segunda-feira levantou a suspeita de que a equipe andou com menos combustível para fazer um tempo melhor e atrair possíveis patrocinadores.

Chefe de Rubinho Barrichello, Ross Brawn negou o artifício. “Se todos soubessem quanto combustível nós colocamos, ficariam surpresos”, afirmou o proprietário da equipe em entrevista à Auto Motor und Sport. Segundo a publicação, ele estava “sorrindo” quando respondeu.

De acordo com Brawn, a performance do carro nos primeiros testes coletivos impressionou até mesmo a fornecedora de motor da equipe. “Até a Mercedes não acreditou quando contamos a eles”, declarou o proprietário da sucessora da Honda na Fórmula 1.

Depois de ver Jenson Button terminar com o quarto melhor tempo na última segunda-feira, o brasileiro Rubinho Barrichello entrou na pista nesta terça e andou mais rápido que o companheiro. No final do dia, o veterano piloto encerrou com o terceiro tempo.

A primeira prova da temporada acontece no dia 29 de março, em Melbourne. Para chegar à Austrália com o carro mais desenvolvido, a Brawn GP planeja realizar três dias de testes em Jerez de la Frontera na próxima semana, diferentemente das demais equipes.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *