F1: Equipe de Bruno Senna pode desaparecer nesta sexta-feira

Time no qual o brasileiro Bruno Senna tem contrato assinado para a temporada 2010, a Campos pode desaparecer nesta sexta-feira devido a sérios problemas financeiros. A informação foi publicada pelo diário espanhol As.

De acordo com o periódico, se uma dívida com a fabricante de chassis Dallara não for sanada até esta noite, a vaga da escuderia ibérica seria transferida para a Stefan GP, equipe comandada pelo milionário sérvio Zoran Stefanovic que adquiriu toda a estrutura da Toyota.

Os representantes do Leste Europeu já avisaram que vão se dirigir para a abertura do campeonato, em 14 de março no Bahrein, ainda que não tenham confirmada a sua presença no grid. Comenta-se nos bastidores da Fórmula 1 que Stefanovic tem o apoio de Bernie Ecclestone, dono da FOM (Formula One Management), empresa que administra a Fórmula 1.

A Stefan GP, inclusive, compraria os chassis da Dallara que a Campos não consegue pagar. Nos últimos dias, o time espanhol teve a sua venda negociada com Tony Teixeira, responsável pela A1GP, categoria fracassada do automobilismo. Os maus negócios do português, porém, geram desconfiança na Fórmula 1 e o acordo pode não sair.

Através de um comunicado oficial, a Campos desmentiu que a relação com a Dallara esteja estremecida. “O acordo para a construção e o desenvolvimento do carro para a temporada 2010 está em vigor desde que foi assinado, no começo de 2009”, garantiu o time, que também negou os boatos da negociação entre Dallara e Stefan GP. “A Campos não tem nenhuma informação sobre acordos entre seus fornecedores e terceiros”, comentou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *