F1: ‘Estou mais perto da F-1’, diz Bruno Senna

Sobrinho do tricampeão mundial Ayrton Senna, Bruno Senna está mais próximo de assumir um lugar na Fórmula 1 para a próxima temporada. Em entrevista neste domingo à TV Globo, o piloto, que ficou na segunda colocação da GP2 pela equipe ISport International, admitiu que deve fazer testes pela Honda e Toro Rosso para este final de ano.

“Agora estou mais perto da Fórmula 1. Estou marcando testes com a Toro Rosso e com Honda. Só falta confirmar agora este semana os testes”, confirmou Bruno, que mantém a cautela ao comentar o futuro. “Tenho 50 a 50% (de ir para a Toro Rosso ou para a Honda). Estou negociando com as equipes. Tem que ver se será como piloto de teste ou oficial”, completou.


Os testes de Bruno na F-1 devem começar já na próxima semana, com a Honda. Ainda pela escuderia, o piloto deve participar de atividades em Barcelona, no final deste mês. “Vai depender muito desses testes para falarmos em algo oficial”, apontou, sem esconder a pressão para entrar na principal categoria do automobilismo mundial.


“Todo brasileiro sempre enfrentará pressão, ainda mais sendo sobrinho do Ayrton. A Fórmula 1 depende muito hoje em dia de treinamento, de conhecimento das pistas, do carro, e vamos precisar de algumas provas para adquirir isso”, explicou, enfatizando que caso a vaga seja de piloto de testes, serão necessárias ainda mais etapas para se adequar à F-1. “Sendo piloto de testes você anda ainda menos”, disse.


Bruno acha importante a concorrência por vagas na categoria e ressalta que, por enquanto, a questão financeira – o piloto poderia levar patrocínio para o time que defenderá – não é prioridade para seu acerto.


“A primeira coisa que a equipe precisa é ter a vontade em ver correndo. Não tenho esse dinheiro que falam (risos), mas após os treinos poderemos sentar e discutir todos os quesitos, incluindo o financeiro”, concluiu.


Fonte: Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *