F1: Ex-funcionários da McLaren devem pagar multa por espionagem

De acordo com a rede britânica BBC, o escândalo envolvendo o envio de informações confidenciais da Ferrari para a McLaren em 2007, pelo engenheiro da escuderia italiana Nigel Stepney, já possui um veredicto final.

Mike Coughlan, um ex-funcionário da escuderia britânica que intermediou a “negociação”, terá que pagar 158 mil euros (cerca de R$ 548 mil) à justiça italiana, por ter infringido as leis de direitos autorais. Além dele, outros três ex-engenheiros da McLaren, Paddy Lowe, Jonathan Neale and Rob Taylor, também terão que desembolsar 131 mil euros (cerca de R$ 453 mil) de multa.


Por meio de sua assessoria, a escuderia inglesa confirmou as punições. “Os procedimentos na Itália são apenas para a oficialização do que já havia sido proposto anteriormente. Foi um acordo ‘nolo contendere’ (sem contestação)”, afirmou.


Todo o escândalo ocorreu na temporada de 2007, quando descobriu-se que o engenheiro Nigel Stepney havia enviado um dossiê de 780 páginas com informações sobre os bólidos da Ferrari para Coughlan, o responsável pela engenharia da equipe inglesa, que acabou perdendo os pontos na categoria de construtores.


Fonte: Gazeta Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *