F1: FIA deve mudar regra de motores em 2009

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) vai limitar o regulamento de motores para 2009. De acordo com o site da revista inglesa “Autosport”, após a mudança, as equipes não poderão trocar as unidades de seus carros após o início do terceiro treino livre, na manhã dos sábados de GP.

Charlie Whiting, diretor de prova, já tinha indicado que mudanças após o treino classificatório só seriam permitidas em caso de um problema provado com o original. Agora isto se aplicará ao sábado, garantindo que os times usem a mesma unidade no treino livre, na classificação e no GP.


A mudança, que deverá ser ratificada no encontro deste fim de semana do Grupo de Trabalho Esportivo da FIA, em Nice, é uma direta resposta a uma consulta das equipes. Eles temiam que liberar mudanças após o treino livre de sábado tornaria rotina trocar os motores na hora do almoço, o que obrigaria a vinda de mais funcionários para os GPs.


“Do jeito que as regras estão agora, você pode trocar o motor após o terceiro treino livre (P3). E existe um certo incentivo para isso, com o limite de motores. Todas as equipes com que falei são contra isso, porque obrigaria a levar mais gente para os GPs. Se um motor explodir na manhã do sábado, é claro que temos gente suficiente para trocá-lo. Mas não a quantidade suficiente para sistematicamente mudarmos dois. Não é o que realmente queremos”, diz Pat Symonds, diretor de engenharia da Renault.


Neste ano, cada piloto terá oito motores para a temporada inteira. Penalidades no grid só serão aplicadas quando uma nona unidade for usada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *