F1: Felipe Massa aproxima húngaros dos brasileiros

O staff húngaro que cuidou do resgate do piloto Felipe Massa no autódromo de Budapeste e a equipe médica que o atendeu no Hospital Central Militar foram homenageados nesta segunda-feira, 17 de agosto, na capital da Hungria, pelo ministério do Esporte do governo brasileiro e pelos promotores do GP Brasil de Fórmula 1.

O ministro de Defesa da Hungria Imre Szekeres, que recebeu um troféu de Ricardo Leyser, representando o ministro do esporte Orlando Silva, e de Tamas Rohonyi, pela organização do GP Brasil, disse que “uma cerimônia como esta para quem estava cumprindo uma obrigação aumentou ainda mais a simpatia que os húngaros sentem pelo Brasil”.

O encontro dos dirigentes brasileiros com o ministro Szekeres e os profissionais envolvidos na operação foi no Museu da História Militar, em Budapeste, com desfile militar e a execução dos hinos nacionais de Brasil e Hungria pela banda do exército. Além de Leyser e Rohonyi, o Brasil também foi representado pelo embaixador na Hungria, Gilberto V. Savóia. Leyser, secretário nacional de esporte de alto rendimento, agradeceu aos húngaros pelos cuidados que dispensaram ao piloto brasileiro. A taça oferecida ao ministro da Defesa ficará na diretoria do Hospital Central Militar, onde Massa ficou internado após o acidente no dia 25 de julho.

Durante a cerimônia de entrega do troféu e medalhas, foram lidas as cartas de cumprimentos e agradecimentos escritas por Bernie Ecclestone, pela Formula One Management e pelo piloto Felipe Massa. A AAB – Associação Automobilística do Brasil – entregou diplomas de honra ao mérito a todos os envolvidos no atendimento a Massa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *