F1: Ferrari descarta volta de Michael Schumacher em 2009

A Ferrari descartou qualquer chance de Michael Schumacher correr pela equipe nesta temporada. O heptacampeão mundial foi a principal opção da equipe de Maranello para substituir o brasileiro Felipe Massa em Valência, mas uma antiga contusão no pescoço forçou o alemão a desistir de uma surpreendente volta a Formula 1.

Apesar de os médicos manterem em aberto a possibilidade de Schumacher voltar a correr esse ano, a Ferrari revelou que tal expectativa já pode ser descartada. Perguntado sobre os rumores de que Schumacher ainda estava se preparando fisicamente para um retorno, o chefe da equipe, Stefano Domenicali, disse: “Estou feliz por ele estar treinando, mas posso dizer com certeza que Michael não vai retornar esse ano.”

O substituto de Massa na última corrida, Luca Badoer, teve um péssimo rendimento em Valência e precisa melhorar muito no próximo final de semana em Spa, caso queira se manter no cockpit no GP da Itália. Domenicali disse que não pode dizer como Schumacher teria se saído, caso ele estivesse no carro na Espanha, e não Badoer.

“Teria sido difícil para Michael também, porque é uma pista nova e complicada”, disse Domenicali. “É claro que ele sempre encara a competição de forma agressiva. Se ele teria ido bem? Eu acho que sim, porque ele não teria aceitado o convite se não estivesse confiante. Seria desonesto dizer que sei exatamente como ele se sairia. Mas, com certeza, ele teria ido bem.”

Os planos da Ferrari só serão decididos depois do GP da Bélgica, quando já terão uma idéia melhor de quando Massa poderá voltar a correr. Giancarlo Fisichella, Anthony Davidson, Sebastien Bourdais, Nelsinho Piquet e Nico Hulkenberg já foram cogitados como possíveis opções para a vaga temporária.

Fonte: UOL Esportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *