F1: Ferrari não deve fornecer motores para Honda, diz Domenicali

A possibilidade de a Ferrari fornecer motores para a equipe que comprar a estrutura deixada pela Honda foi praticamente descartada nesta segunda-feira por Stefano Domenicali, chefe da equipe. “A chance de isto acontecer é quase zero”, comentou o dirigente.

O acordo entre os dois times poderia ser concretizado através de Ross Brawn, chefe da Honda e um dos “homens fortes” da Ferrari na era Schumacher da Fórmula 1, na qual o alemão ganhou cinco títulos consecutivos. A veracidade da informação foi confirmada pelo próprio Brawn.

Mas, ao que tudo indica, as negociações não foram para frente. Faltando pouco mais de dois meses para o início do campeonato, a Honda procura por um comprador para viabilizar a participação no time no próximo Mundial. De acordo com o diretor-executivo da equipe, Nick Fry, existem 12 propostas para a aquisição do time.

No final do ano passado, a montadora japonesa anunciou o fim de suas atividades na Fórmula 1 por conta da crise financeira mundial.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *