F1: ‘Ferrari não vai pressionar Schumacher’, diz Todt

O chefe de equipe Ferrari, Jean Todt, afirmou que o time não colocará nenhuma pressão sobre o alemão Michael Schumacher para que o heptacampeão tome uma decisão rápida sobre seu futuro após esta temporada.

Schumacher, 37 anos, declarou esta semana que pretende decidir no meio da temporada se vai ou não se aposentar em 2007, depois de ter conseguido apenas uma vitória no ano passado.

“Ele não sofre nenhuma pressão, nenhuma pressão da equipe”, disse Todt. “Deixarei que vocês, a imprensa, o pressionem, mas ele não tem nenhuma pressão do time. Qualquer decisão que Michael tomar sobre qual direção quer dar à sua carreira será conveniente para nós.”

“É nossa responsabilidade nos organizarmos para responder a qualquer situação e certificar que a Ferrari não será prejudicada e terá todos os elementos em mãos para ser uma equipe vencedora.”

Todt disse que estava convencido que Schumacher estava motivado e focado para a próxima temporada depois das decepções de 2005, mas não deu nenhuma pista sobre a possível decisão do alemão.

“Michael está motivado, ele queria testar o carro antes do Natal porque, assim como todos nós, ele estava muito desgostoso com a temporada de 2005 e realmente quer fazer alguma coisa em 2006. Então, durante o ano ele irá decidir se continuará ou não.”

“Ele não sabe, e se ele não sabe, eu sei menos ainda sobre o que vai acontecer no futuro”, disse.

O francês, que esteve no controle durante os cinco anos de domínio completo de Schumacher na Fórmula 1, afirmou que estava confiante que a Ferrari iria encontrar o substituto certo para o alemão quando ele decidir se aposentar.

“A Ferrari é a equipe que tem a melhor história da Fórmula 1 e venceu muito campeonatos, muitos títulos com grandes pilotos que deixaram uma marca na história da corrida de carros.”

“Ele veio depois de muitos pilotos famosos e eu estou confiando que o dia em que Michael decidir mudar seu futuro nós teremos outro grande piloto que irá escrever a história da Ferrari. Nós vamos anunciar isso quando considerarmos o momento ideal. Agora estamos focados em 2006”, declarou Todt.

A Ferrari irá apresentar seu novo carro para 2006 na pista de Mugello, no dia 24 de janeiro.

Fonte: Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *