F1: FIA adia audiência que criaria nova equipe na F-1

Não será dessa vez que a Prodrive será oficializada como uma equipe de Fórmula 1. De acordo com o site Autosport, a FIA adiou o julgamento da Corte de Apelações para o próximo dia 24, devido a uma notificação da Williams à entidade declarando que não mandará representantes à audiência e levará o caso à Justiça Civil.

A situação reclamada pela equipe de Frank Williams é referente aos direitos da Prodrive, que poderia se envolver na distribuição de pontos no campeonato e, conseqüentemente, ganharia financeiramente, o que segundo o dirigente poderia prejudicar sua escuderia, dado que o time de David Richards seria cliente da McLaren.


No entanto, segundo a Williams, essa questão deve ser decidida pela Justiça Civil e não pela FIA, já que recai sobre termos do Pacto de Concórdia.


De acordo com os artigos 19 e 20 do documento, “o construtor de um motor ou de um chassi é a pessoa (incluindo um grupo corporativo ou não) que detém os direitos de propriedade intelectual de tal motor ou tal chassi” e “a produção de um motor ou um chassi é o nome atribuído a eles pelo construtor; se a produção do chassi não é a mesma de quem faz o motor, o título será dado ao primeiro, que deve sempre preceder o último no nome do carro.”


Portanto, seguindo o Pacto que deve ser oficializado em 2008, o presidente da FIA, Max Mosley, acredita que não haverá empecilho para a entrada da Prodrive na F-1. “Poucas pessoas já viram as regras, mas elas permitem que os pontos vão para quem produz e não para quem constrói, frisando bem a distinção entre construtor e produtor”, disse Mosley.



Fonte: Lancepress!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *