F1: FIA determina mudanças nos espelhos retrovisores

Após muitas reclamações dos pilotos, a posição dos espelhos retrovisores dos carros de Fórmula 1 deve mudar após o GP da Malásia, dando maior ênfase para a visibilidade do que para a vantagem aerodinâmica de sua atual localização.

Segundo os pilotos, os espelhinhos estão vibrando muito, o que atrapalha a visão dos carros que vêm atrás. Se for colocado no corpo principal do chassis, junto ao cockpit, a peça vai estar menos sujeita às vibrações, o que vai melhorar a visibilidade.
Apesar de ainda não haver nenhum anúncio oficial da categoria, os pilotos Sebastian Vettel, da Red Bull, e Rubens Barrichello, da Williams, disseram nesta quinta-feira que a posição dos espelhos será modificada para a corrida da China, a quarta do calendário deste ano.
“Pelo que sei, todos concordam que precisamos de mais visibilidade, então a mudança deve vir logo na próxima corrida. Todos estão tendo problemas com os espelhinhos e espero que isso seja mudado o quanto antes”, disse o brasileiro.
Para Vettel, no momento os espelhinhos são uma preocupação até maior do que a falta de confiabilidade de seu carro, que lhe custou duas vitórias nas primeiras duas corridas do ano, no Bahrein e na Austrália. Segundo o alemão, a mudança de posição da peça deve tirar a atual vantagem de seu time em relação aos rivais.
“Estamos muito mais preocupados com o fato de que a partir da próxima corrida teremos de colocar os espelhinhos no cockpit, e nosso carro está perdendo muito desempenho com isso”, revelou o piloto da Red Bull, que conquistou as duas pole positions disputadas até o momento em 2010.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *