F1: FIA intima Alonso a depor sobre caso ‘Nelsinho-Renault’

Apesar de a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) ter concluído que Fernando Alonso é inocente na suposta armação que envolveu a Renault e Nelsinho Piquet no GP de Cingapura em 2008, a entidade convocou o espanhol bicampeão mundial para prestar esclarecimentos sobre o caso na reunião do Conselho Mundial de Automobilismo nesta segunda-feira.

Na prova de Cingapura no ano passado, Flavio Briatore, então chefe da Renault, teria ordenado para que Nelsinho Piquet causasse uma batida e provocasse a entrada do Safety Car, o que favoreceria Alonso. No final, o espanhol acabou ganhando aquela corrida.

Mesmo sendo o principal beneficiado pela suposta armação de Briatore e Nelsinho, Alonso nega que soubesse da manipulação e, segundo os jornais Guardian e Mirror, teria ficado surpreso por ser convocado para depor no Conselho Mundial de Automobilismo.

Responsável pela denúncia da suposta armação, Nelson Piquet, pai de Nelsinho, sugeriu que Alonso sabia da estratégia de Briatore.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *