F1: FIA opta por não punir Vettel por incidente com Hamilton


TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Depois dos atritos entre Sebastian Vettel e o britânico Lewis Hamilton, em Baku, no Azerbaijão, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) decidiu, nesta segunda-feira, não punir o alemão na Fórmula 1. Vettel, entretanto, prestará serviços comunitários para os pilotos das categorias de base e deverá pedir desculpas publicamente.

No dia 25 de junho, durante a disputa da F1, Hamilton freou levemente e viu Vettel acertar sua traseira. O alemão então colocou seu veículo na lateral e jogou a Ferrari em cima do carro da Mercedes. Para Hamilton, a atitude foi infantil.

Quase dez dias depois da prova, nesta segunda, a organizadora da F1 se reuniu com o diretor da escuderia italiana, Maurizio Arrivabene, e com Vettel — que assumiu a culpa do incidente depois de rever imagens. O encontro aconteceu na sede da FIA, em Paris, na França.

Durante a corrida, Vettel teve uma uma pena de dez segundos — “a punição mais severa aplicada a um piloto antes da bandeira preta”, segundo nota oficial da FIA. “Entretanto, apesar de respeitar a decisão dos fiscais, a FIA continuou bastante preocupada com implicações maiores quanto ao ocorrido”, continuou no texto.

A publicação ainda ressalta que o piloto assumiu toda responsabilidade pelo incidente e declarou que pedirá desculpas publicamente. Ele também se comprometeu a se dedicar durante os próximos 12 meses a atividades educacionais em uma variedade de campeonatos e eventos da FIA, incluindo a Fórmula 2, Fórmula 3 Europeia e F4.

O presidente da FIA, Jean Todt, deixou claro que se houver repetição de “tal comportamento”, o assunto será levado diretamente ao Tribunal Internacional da FIA para investigação. A nota declara o caso como encerrado.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Compartilhar
TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *