F1: FIA rejeita recurso e mantém Massa próximo

A Federação Internacional de Automobilsmo (FIA) anunciou nesta terça-feira que rejeitou o pedido da McLaren de tirar a punição imposta ao inglês Lewis Hamilton no GP da Bélgica, no dia 7 de setembro. Desta forma, o brasileiro Felipe Massa segue a um ponto do líder do Mundial de Pilotos da Fórmula 1.

A Corte de Apelação da entidade ouviu na última segunda-feira, em Paris, na França, os argumentos do equipe inglesa e do próprio Hamilton em relação à manobra realizada no GP da Bélgica.


Na ocasião, a FIA penalizou o inglês com 25 segundos por ter cometido irregularidades na disputa de posição com o finlandês Kimi Raikkonen. Na avaliação da entidade, o piloto não devolveu a posição ao rival da forma correta depois de passá-lo pela chicane.


Com a decisão, Hamilton não conseguiu recuperar os pontos perdidos com a mudança da primeira para a terceira posição naquele GP. Caso tivesse sucesso na tentativa, a vantagem para Massa, o vencedor oficial na Bélgica, subiria de um para sete pontos.


No comunicado divulgado à imprensa, a FIA foi direta na justificativa. “Tendo ouvido as explicações das partes, a Corte concluiu que a apelação é inadmissível”.


A briga pela liderança do Mundial de Pilotos terá continuidade neste domingo, quando será realizado, às 9h (de Brasília), o primeiro Grande Prêmio noturno da história da categoria, em Cingapura.


Fonte: Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *