F1: FIA revida e promete entrar na Justiça contra Fota

A primeira manifestação pública da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) após as equipes da Fórmula 1 terem anunciado a pretensão de criar uma liga alternativa em 2010 foi amena, mas o ataque veio forte na sequência. Em novo anúncio realizado nesta sexta-feira, a entidade comandada por Max Mosley diz que buscará seus direitos contra a Fota, associação representativa dos interesses do time, na Justiça.

Conforme a FIA vem alegando desde o início do imbróglio sobre o teto orçamentário proposto para a próxima temporada, contratos assinados com três das oito escuderias insatisfeitas tornam ilegítima essa eventual criação de um novo campeonato. Seriam elas Ferrari, Red Bull e Toro Rosso, que se defendem alegando que a mudança radical no regulamento invalidam esses acordos.

Mesmo assim, Max Mosley e cia. não devem desistir de uma briga judicial, conforme foi divulgado nesta sexta. “Os advogados da FIA estão examinando a ameaça de ruptura da Fota”, informou o órgão que rege o automobilismo mundial através de um comunicado oficial. “Tais ações como um todo, e as da Ferrari em particular, equivalem a uma séria violação da lei”, emendou, ratificando que, pelas relações contratuais, os times deveriam permanecer no Mundial pelo menos até 2012.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *