F1: FIA sinaliza com mudança de altura de bicos dos carros

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) estuda a possibilidade de mudar a altura dos bicos dos carros em um futuro próximo, visando reduzir o perigo de acidentes como o sofrido pelo australiano Mark Webber em Valência, no ano passado, quando ele decolou após acertar a roda do carro à sua frente.

A ideia é do gerente técnico da FIA, Andy Mellor, que entendeu que o acidente foi provocado pela batida do bico na parte de cima da roda do finlandês Heikki Kovalainen, da Lotus, e se ele fosse mais baixo, talvez o carro de Webber não teria sido jogado para a frente como o ocorrido.

De acordo com Mellor, as análises da Fia sobre as colisões têm chegado a resultados satisfatórios quanto a uma possível diminuição da altura do bico dos monopostos.

“O aspecto fundamental está entre a altura do nariz, pois isso vai determinar ou não se o lançamento (do carro de trás para a frente) ocorre. Outro fator influente é a velocidade resultante da freada e da aceleração”, explicou, afirmando que o problema está praticamente finalizado.

“Os estudos em torno do bico já estão resolvidos. Temos parâmetros muito bem definidos para que essas colisões não causem mais esses lançamentos. O conhecimento existe, então isso só precisa ser alterado”, explicou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *