F1: Fisichella aumenta indícios: “Seria um sonho guiar a Ferrari”

Os indícios de que Luca Badoer se despedirá do cockpit da Ferrari no próximo fim de semana ganharam ainda mais força nesta quinta-feira. Reforçando os boatos que o colocam como o substituto de Felipe Massa no Grande Prêmio da Itália de Fórmula 1, Giancarlo Fisichella afirmou que seria um “sonho” dirigir o carro vermelho diante da torcida.

Logo após a prova de Valência, que marcou a reestreia de Badoer na categoria após dez anos de ausência, o chefe ferrarista pressionou o testador ao dizer que a equipe “não pode ficar satisfeita com o último lugar”. Embora já tenha garantido que evoluirá na Bélgica, a partir desta sexta-feira, e que só parará de correr quando Massa estiver totalmente recuperado, o italiano pode se despedir do seu posto antes que o previsto. Quem herdaria a vaga, no entanto, não seria o lesionado Michael Schumacher, e sim Fisichella.

“Como um piloto italiano em fim de carreira, seria uma oportunidade muito boa”, disse o romano de 36 anos. No início da trajetória de ‘Físico’ na Fórmula 1, sua contratação em algum momento pela Ferrari era dada como certa pela imprensa italiana. O tempo passou, ele não conseguiu dar o salto de qualidade e agora segura a lanterna do Mundial 2009 a bordo da Force Índia.

Exatamente por causa do acordo com o time indiano, por outro lado, Fisichella não tem como saber se seu “sonho” virará realidade. “Há muitos rumores, mas ninguém da Ferrari me ligou. Sou um piloto da Force Índia, simples assim”, disse. A informação de que o veterano seria escolhido pela Scuderia para correr em Monza em 13 de setembro foi divulgada primeiramente na revista alemã Auto motor und Sport.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *