F1: Fisichella sacrificou sua corrida para salvar Alonso

A Renault elogiou Giancarlo Fisichella no domingo depois que o italiano sacrificou suas esperanças no Grande Prêmio da Turquia para manter na corrida seu colega de equipe Fernando Alonso, que tem chances de conquistar o título.

“Fisi foi realmente bom porque ficou um pouco bagunçado e ele ficou preocupado porque ia bater em Fernando”, disse o diretor de engenharia Pat Symonds depois que Fisichella rodou na primeira curva em um caótico início de corrida.

“Ele travou tudo, sabendo que iria para longe de Fernando, o que acho que foi algo generoso de se fazer. Ele se sacrificou e pilotou como um demônio depois disso”.

Alonso e Fisichella largaram na segunda fila do grid, atrás das Ferraris de Felipe Massa e Michael Schumacher, e poderiam ter batido um no outro facilmente na hora de entrar na primeira curva.

Enquanto Alonso terminou a corrida em segundo lugar, ampliando sua vantagem em relação a Schumacher para 12 pontos faltando quatro corridas para o final, Fisichella teve que entrar nos boxes para colocar um nariz e uma asa novos e terminou em sexto.

Os pontos mantiveram a Renault à frente no campeonato de construtores por apenas dois pontos.

“Michael estava mudando de direção bastante na pista e os outros pilotos estavam tendo que evitá-lo”, disse Fisichella.

“Eu freei bem tarde, mas havia um risco de colisão com Fernando, então freei ainda mais, o que travou a traseira e me fez rodar”.

Fonte: Reuters

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *