F1: Force India embala e leva Sutil à ponta da segunda sessão

Agora que já coleciona uma pole position obtida no Grande Prêmio da Bélgica, a Force India seguiu em alta e, uma semana depois, começou os preparativos para a corrida da Itália na primeira colocação. Na segunda sessão de testes realizada nesta sexta-feira, Adrian Sutil substituiu Giancarlo Fisichella como o destaque dos indianos, levando à equipe ao topo com 1min23s924.

O alemão, que liderou praticamente todo o treino, ainda melhorou seu tempo nos últimos minutos e por causa disso conseguiu se tornar o homem mais rápido do dia – apenas 11º colocado à tarde (horário local), Lewis Hamilton anotara 1min23s936 pela manhã. O inglês, desta vez, ficou bem atrás de Heikki Kovalainen, o quarto.

Confirmando a grande fase da Force India, Sutil completou uma grande sexta-feira de trabalhos, visto que no treino de abertura em Monza já havia sido o terceiro mais rápido. Novamente, porém, sua performance não foi acompanhada por Vitantonio Liuzzi. Italiano que reestreia na Fórmula 1 após dois anos parado, ele apresentou o 11º melhor tempo.

Piloto que vivia situação parecida à de Liuzzi, o italiano Fisichella também começou sua trajetória por uma nova equipe, a Ferrari. O veterano, contudo, não repetiu na segunda sessão o bom desempenho mostrado na primeira, amargando a lanterna a 1s6 do líder. O estreante ainda foi oito décimos mais lento que Kimi Raikkonen, dono do oitavo lugar.

Assim como na manhã italiana, aqueles que lutam pelo título mundial seguiram discretos na volta à pista. Comandante do Mundial, Jenson Button só superou Fisichella e viu seu parceiro na Brawn GP, Rubens Barrichello, ser outro a ficar longe dos ponteiros: 16ª posição.

Na Red Bull, os treinos iniciais em Monza também não foram favoráveis. Assim, o posto de melhor piloto dos austríacos ficou para Mark Webber, 14º do grid provisório. Sebastian Vettel, o antepenúltimo colocado, continuou sem tirar o melhor rendimento do carro.

Envolvida na grande polêmica da Fórmula 1 no momento, a Renault mostrou que nas pistas sua situação é melhor que nos Tribunais. Surpreendente, Romain Grosjean chegou a superar Sutil no fim das atividades, contendando-se depois com a segunda posição devido a uma nova marca do austríaco. O francês, desse modo, bateu até Fernando Alonso, que se destacou em terceiro.

Confira o resultado do segundo treino livre para o Grande Prêmio da Cingapura:

1: Adrian Sutil (ALE/Force India) – 1min23s924 (28 voltas)
2: Romain Grosjean (FRA/Renault) – 1min24s163 (31)
3: Fernando Alonso (ESP/Renault) – 1min24s297 (35)
4: Heikki Kovalainen (FIN/McLaren) – 1min24s482 (41)
5: Robert Kubica (POL/BMW) – 1min24s622 (40)
6. Timo Glock (ALE/Toyota) – 1min24s634 (36)
7: Nick Heidfeld (ALE/BMW) – 1min24s693 (34)
8: Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) – 1min24s796 (39)
9: Kazuki Nakajima (JAP/Williams) – 1min24s799 (36)
10: Sébastien Buemi (SUI/Toro Rosso) – 1min24s884 (44)
11: Lewis Hamilton (ING/McLaren) -1min24s902 (32)
12: Vintantonio Liuzzi (ITA/Force India) – 1min24s921 (39)
13: Jarno Trulli (ITA/Toyota) – 1min24s967 (40)
14: Mark Webber (AUS/Red Bull) – 1min24s979 (25)
15: Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso) – 1min25s003 (34)
16: Rubens Barrichello (BRA/Brawn GP) – 1min25s140 (35)
17: Nico Rosberg (ALE/Williams) -1min25s215 (38)
18: Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) – 1min25s386 (27)
19: Jenson Button (ING/Brawn GP) – 1min25s424 (32)
20: Giancarlo Fisichella (ITA/Ferrari) – 1min25s543 (36)

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *