F1: Force India mantém protesto contra rivais

O chefe da Force India, Collin Kolles, afirmou nesta sexta-feira que a equipe irá manter o seu protesto na Federação Internacional de Automobilismo (FIA) contra a Toro Rosso e a Super Aguri.

O problema se deu ainda em 2007, quando Kolles, na época representando a Spyker, acusou os dois times “satélites” de usar carros de suas matrizes (Honda, no caso da Super Aguri, e Red Bull, no caso da Toro Rosso).


Segundo o regulamento da entidade, isto é proibido, pois tira a principal função dada às equipes de Fórmula 1 – chamadas de “construtores” justamente por “construir” seus carros. “Continuaremos com nosso protesto contra o uso de carros das matrizes”, disse Kolles.


O processo, no entanto, só deve ter algum resultado daqui a seis meses. Enquanto isso, a novata Force India continuará competindo normalmente contra seus rivais, mas nada que abale a confiança de Collin Kolles no sucesso de sua reivindicação.


“No ano passado vimos o exemplo da McLaren, que foi punida e perdeu todos os pontos no Mundial de Construtores, correndo risco de ser banida do campeonato. Eu só estou lutando por justiça”, completou.


Fonte: Lancepress!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *