F1: Force India muda de nome e agora é Racing Point Force India

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) aceitou nesta quinta-feira uma nova inscrição para a equipe Force India, que muda de nome e passa a se chamar oficialmente Racing Point Force India, ao invés de Sahara Force India, com efeito imediato no campeonato da Fórmula 1.

Sofrendo com problemas financeiros, a equipe vem tomando atitudes para se manter firme da elite do automobilismo, assim, a antiga entrada da Force India foi oficialmente anulada e a equipe é excluída do campeonato mundial, o que faz a equipe perder todos os pontos somados em 2018 no campeonato de construtores.

Além disso, o imbróglio sobre a aquisição da equipe por um consórcio liderado por Lawrence Stroll, pai de Lance Stroll, quase impediu a participação da escuderia no GP da Bélgica, neste fim de semana. Isso porque, como um time não pode mudar de nome oficialmente durante a temporada. No entanto, o negócio foi concretizado de fato e a única solução para garantir que Sergio Perez e Esteban Ocon corressem em Spa-Francorchamps foi uma nova inscrição.

“A nova Racing Point Force India Team está feliz por correr na Bélgica neste fim de semana. Será um novo e excitante capítulo para nós. Apenas algumas semanas atrás, um futuro incerto estava à frente, com mais de 400 empregos em risco. Agora a nova equipe conta com o apoio de um consórcio de investidores, liderados por Lawrence Stroll, que acredita em nós como uma equipe, em nossa expertise e em nosso potencial para alcançar o sucesso na pista”, destacou Otmar Szafnauer, diretor da Racing Point.

E o presidente da FIA, Jean Todt, endossou o discurso: “Estou muito satisfeito por ter sido alcançado um resultado positivo e por receber a entrada da Racing Point Force India no meio da temporada. Criar um ambiente de estabilidade financeira na Fórmula 1 é um dos principais desafios enfrentados pelo esporte, mas graças ao trabalho árduo da FIA, dos administradores, da Racing Point e da Fórmula 1, temos agora uma situação que salvaguarda o futuro de todos os funcionários altamente talentosos, e manterá a competição do campeonato justa e regulamentada para a segunda metade da temporada”, completou.

Nas 12 primeiras etapas do ano, a dupla de pilotos titular marcou 59 pontos, colocando a equipe na sexta posição do campeonato. A estreia da “nova Force India” será curiosamente na mesma pista em que a antiga equipe garantiu seu melhor resultado na Fórmula 1, em 2009, quando Giancarlo Fisichella foi pole position e terminou a prova na segunda colocação.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *