F1: Force India renova contrato de Sergio Pérez para 2019

A equipe Force India confirmou nesta quinta-feira a renovação de contrato com o mexicano Sergio Pérez. O mexicano de 28 anos, que está no time desde 2014, terá como companheiro de equipe Lance Stroll, que, no entanto, ainda não foi anunciado – a Force India foi comprada pelo pai do piloto canadense, Lawrence Stroll.

Pérez foi nas últimas duas temporadas o sétimo colocado no campeonato e o “Melhor do Resto”, ou seja, o piloto mais bem classificado na tabela de pontuação sem contar os que correm pelo trio das melhores equipes da Fórmula 1, Mercedes, Ferrari e RBR. Este ano, o mexicano vem repetindo a sétima colocação no Mundial.

“Estou muito feliz por finalmente anunciar meu futuro e estou realmente motivado para 2019. A Force India tem sido a minha casa desde 2014, me permitiu crescer como piloto e mostrar minhas habilidades nos trilhos. Conseguimos tanto sucesso nas últimas cinco temporadas, mas acho que o melhor ainda está por vir. O novo investimento que a equipe está desfrutando me enche de confiança e estou muito empolgado com o futuro”, disse Pérez, que deu o gatilho que resultou na intervenção judicial no time e, por consequência, sua venda, ao reclamar na Justiça salários atrasados.

Chefe do time, Otmar Szafnauer destacou o fato de que o mexicano costuma marcar muitos pontos para a equipe, e que isso é muito importante para o campeonato de Construtores. De fato, em 2016 e 2017, a Force India ficou em quarto no Mundial. Este ano, se somados os pontos das duas inscrições da equipe, antes e depois da venda, o time estaria de novo em quarto, com 102. Como a inscrição anterior foi suspensa, e os pontos, retirados, a “nova” Force India está em sétimo, com 43.

“Nos últimos cinco anos, Sergio confirmou sua posição como um dos pilotos mais talentosos e consistentes da Fórmula 1. Ele nos dá estabilidade valiosa no futuro e é um grande trunfo para essa equipe”, comentou o dirigente.

Com Pérez confirmado e Lance Stroll próximo de ser anunciado, Esteban Ocon perderá sua vaga. O próprio francês admite que não deve correr a próxima temporada.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *