F1: Honda admite vender equipe por ‘preço baixo’

O presidente da Honda, Takeo Fukui, disse que pode vender a escuderia japonesa de Fórmula 1 o mais rápido possível, mesmo que por um valor abaixo do que ela realmente vale.

“Apenas para garantir a continuidade da equipe, um preço bem menor seria aceitável”, afirmou o presidente da Honda, ao site da revista inglesa Autosport.


Na última sexta-feira, a Honda anunciou que deixaria de competir na Fórmula 1 em 2009, devido à crise econômica mundial. A decisão, inclusive, adiou o sonho dos pilotos brasileiros Bruno Senna e Lucas di Grassi de competir na principal categoria do automobilismo, já que ambos testaram pela equipe em novembro visando uma vaga em 2009.


Outros dirigentes da Honda que concordam com a idéia de dar continuidade à escuderia, independente do valor pela qual ela seja negociada, são Ross Brawn (diretor de equipes) e Nick Fry (diretor esportivo), que afirmam ser primordial no momento evitar que o time desapareça.


No entanto, Brawn e Fry têm apenas algumas semanas para achar um possível comprador para a equipe. Especula-se que já existam três interessados em adquirir a Honda.



Fonte: Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *