F1: Honda defende limite de orçamento às equipes

A Honda sugeriu que a Fórmula 1 adote um limite no orçamento das equipes. Estima-se que os gastos girem em torno de US$ 300 milhões (aproximadamente R$ 527 milhões) e Nick Fry, diretor do time de Brackley, acredita que tal restrição seria a melhor solução para o problema do aumento nas despesas das escuderias, que, segundo ele, aumentam a cada ano.
“Acreditamos que isso (limite de orçamento) deve ser seriamente analisado”, disse Fry ao site Autosport. “O que vemos hoje, se você estudar as contas de qualquer escuderia britânica, é que os custos seguem subindo a cada temporada”, complementou.

“Somos a favor das propostas de restrições de desenvolvimento, mas o medo é que o aumento de custos continue em outra área. O dinheiro poderá migrar para os salários dos pilotos ou engenheiros ou então para outras partes do carro”, explicou Fry.


Ross Brawn, novo chefe da Honda, gostou da idéia. “A única dificuldade é a aplicação para que não haja vantagens ou desvantagens para uma equipe ou outra. Esse é o problema em que teremos que nos concentrar”, afirmou.


Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *