F1: Honda pediu para Button não terminar a corrida

A Honda pediu para o inglês Jenson Button parar o carro no momento que estourou o motor na chegada do GP da Austrália, no último domingo.

O companheiro do brasileiro Rubens Barrichello estava em quinto lugar, mas o seu propulsor estourou de forma espetacular na chegada.

Apesar de poder pontuar, a equipe japonesa pediu para o ingles parar e sacrificar alguns pontos como forma de evitar perder dez posições no grid de largada do GP de San Marino.

“Se tivéssemos que largar em 11º ou pior, então não teríamos nenhuma chance. No momento era a melhor atitude”, disse Nick Fry, diretor da Honda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *