F1: Instabilidade climática de Spa não assusta Bruno Senna

“Já andei bem aqui em tudo quanto foi condição de pista”, diz piloto da HRT F1 Team

As habitualmente imprevisíveis condições climáticas da região de Spa-Francorchamps, onde a alternância de chuva e tempo seco costuma roubar o sono dos engenheiros, não parecem capazes de amedrontar Bruno Senna. O piloto da HRT F1 Team lembra que já andou em diversas categorias pelos 7.004 metros do traçado mais longo da Fórmula 1 e sempre se deu bem. “Estou tranqüilo. A meteorologia indica a possibilidade de chuva para o primeiro dia de treinos, mas não será problema. Aliás, foi no molhado que fiz a pole da Fórmula GP2 em 2008”, lembrou.

Bruno passou o dia envolvido com as habituais atividades promocionais das quintas-feiras de corrida antes de se reunir com os técnicos da equipe espanhola. Além disso, participou da homenagem a Rubens Barrichello, que está completando na Bélgica a marca de 300 grandes prêmios – recorde absoluto na longa história da Fórmula 1. “Espero que ele corra pelo menos mais 200 e que eu esteja lá para comemorar outra marca”, brincou.

Pela manhã, Bruno e o engenheiro Xevi Pujolar fizeram a pé o reconhecimento do circuito em busca de possíveis mudanças nas condições do asfalto do ano passado para cá – em 2009, Bruno andou em Spa com o protótipo da Oreca na Le Mans Series. “Ninguém merece. A pista não é apenas extensa, como repleta de subidas”, contou, divertindo-se com a própria “desventura”.

Bruno manteve o discurso otimista segundo o qual a HRT F1 Team pode viver na Bélgica seu melhor fim de semana, pelo menos na disputa particular que vem travando com Lotus e Virgin pela 10ª colocação e a de melhor equipe estreante. “Em termos de pressão aerodinâmica, é o circuito que casa melhor com nosso carro. Mas, como sempre, vamos ter de esperar pela abertura dos ensaios. Como a Bridgestone trouxe os compostos mais duros, pode ser que os pneus demorem um pouco para aquecer e o desgaste cause alguma preocupação”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *