F1: Jean Todt fala sobre a polêmica do sistema eletrônico

O chefe da McLaren, Ron Dennis, minimizou a controvérsia a respeito da introdução de um sistema eletrônico padrão na Fórmula 1 em 2008.

Foi anunciado em julho de 2006, muito antes do escândalo de espionagem ocorrer, que o sistema desenvolvido pela McLaren junto com a Microsoft foi escolhido para ser utilizado por todas as equipes da categoria de 2008 a 2010.

Competidores, incluindo Renault, Ferrari e BMW reclamaram a respeito da vantagem inicial que a equipe inglesa teria em 2008 por ter participado do desenvolvimento da unidade de controle eletrônico.

Dennis respondeu que todas as construtoras foram convidadas pela FIA para tentar conseguir o acordo.

O diretor-executivo da Ferrari, Jean Todt, embora infeliz com a escolha da rival como fornecedora, admitiu que o processo de escolha foi justo. “Nós temos que aceitar”, lamentou dirigente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *