F1: Jules Bianchi deixa coma induzido e é transferido para a França

O francês Jules Bianchi, vítima de um grave acidente no Grande Prêmio do Japão de Fórmula 1, em 5 de outubro, deixou o coma induzido e foi transferido para a França. A informação foi divulgada pelos pais do piloto da Marussia nesta quarta-feira.

De acordo com o comunicado emitido por sua família, Bianchi deixou o coma e foi transferido na última noite ao Centro Hospitalar Universário de Nice, onde permanece em estado crítico, porém considerado estável. O foco de sua recuperação agora será retomar as funções cerebrais do piloto.

“Agradecemos que a próxima fase do tratamento de Jules possa continuar perto de sua casa, onde ele estará mais cercado por sua família e amigos”, diz o texto divulgado no início da tarde desta quarta-feira.

Bianchi sofreu um grave acidente durante o Grande Prêmio do Japão de Fórmula 1, em que perdeu o controle de sua Marussia, escapou da pista molhada e se chocou em alta velocidade com o guindaste que retirava o carro de Adrian Sutil, acidentado na volta anterior. Ele foi transferido de helicóptero ao hospital de Mie, onde permaneceu internado em coma induzido até a última noite.

Jules Bianchi agora respira sem assistência e tem sinais vitais estáveis. Apesar da condição do piloto francês ainda ser considerada séria, médicos e família decidiram que ele poderia ser transferido para seu país natal.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *