F1: Justiça confirma sabotagem contra a Ferrari

A Justiça de Modena confirmou que a Ferrari foi sabotada no Grande Prêmio de Mônaco de 2007. A conclusão é o último desdobramento do escândalo envolvendo Nigel Stepney, acusado de sabotagem e espionagem.

O engenheiro britânico, banido pela Ferrari, foi apontado pela Justiça de Modena como provável responsável pela sabotagem causada pela colocação de um pó branco no tanque de combustível dos carros da Ferrari.


De acordo com informação do jornal espanhol Diario Sport, a Justiça concluiu que o pó branco colocado nos carros poderia ter causado uma falha no motor.


O advogado de Nigel Stepney, por sua vez, tratou de rebater as acusações contra seu cliente. Ele classificou as conclusões da Justiça como “vagas e inexatas”.


Fonte: Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *