F1: Kimi Raikkonen vence na Malásia

O finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, venceu neste domingo (23/03), o GP da Malásia, em Sepang. Foi a primeira vitória do atual campeão no ano. O polonês Robert Kubica, da BMW Sauber, foi o 2º, com o pódio sendo completado pelo finlandês Heikki Kovalainen, da McLaren.

Na largada o brasileiro Felipe Massa, saindo da pole-position, manteve a ponta, seguido por seu companheiro de Ferrari, Raikkonen. O italiano Jarno Trulli, da Toyota, perdeu duas posições, para Kubica e o australiano Mark Webber, da Red Bull, caindo para 5º.  O francês Sébastien Bourdais, da Toro Rosso, saiu da pista, abandonando a prova. No final da primeira volta os alemães Nico Rosberg, da Williams e Timo Glock, da Toyota, se tocaram numa disputa de posição. Ambos foram para os boxes. Rosberg trocou o bico do carro retornando, com Glock recolhendo o carro para os boxes.


Massa liderava seguido por Raikkonen, Kubica, Webber, o inglês Lewis Hamilton, da McLaren, Trulli, Kovalainen e o escocês David Coulthard, da Red Bull. Na 6º volta o alemão Adrian Sutil, da Force India, saiu da pista e abandonou.


Na 17º volta Massa fez a sua primeira parada nos boxes, com Raikkonen parando na volta seguinte. O pit stop do finlandês foi 0,6 segundos mais rápido do que o do brasileiro, com ele retornando a pista com Massa colado em seu carro.


Hamilton teve problemas em sua parada, na 19º volta. O pneu dianteiro direito demorou para ser trocado com o inglês caindo para a 11º posição. Com a parada de Kubica nos boxes, na 21º volta, Raikkonen retomou a liderança. Os brasileiros, Nelsinho Piquet, da Renault, e Rubens Barrichello, da Honda, foram um dos a pararem, na 24º volta.


Raikkonen abriu quatro segundos de vantagem para Massa, com Kubica, em terceiro doze segundos atrás. Na 31º volta aconteceu o que ninguém esperava. Massa rodou, sem nenhum motivo aparente, atravessou a pista e foi parar na caixa de brita, deixando a disputa. Ele disse, em entrevista, logo após o abandono, que não sabia o que tinha acontecido, e que o carro estava estranho. E não havia errado, devido a falta do controle de tração.


Sozinho na liderança Raikkonen foi abrindo vantagem sobre Kubica. Com 35 voltas já tinha 23 segundos de frente para o polonês. Kovalainen vinha em 3º. Na 38º volta Raikkonen fez a sua segunda parada nos boxes. Na volta seguinte o motor Ferrari da Toro Rosso de Sebastian Vettel estourou. Kubica ficou na ponta até a sua parada na 43º volta. Raikkonen voltou à liderança com folga.


Barrichello, que vinha na 13º posição, levou uma punição por exceder o limite de velocidade nos pits, cumprindo a punição na 47º volta.


Raikkonen venceu pela 16º vez na carreira com 19s570 de vantagem para Kubica. Kovalainen, depois da punição nos treinos, fez uma grande prova, conquistando o seu segundo pódio da carreira.


Jarno Trulli foi 4º, Hamilton, 5º, o alemão Nick Heidfeld, da BMW Sauber, 6º, Webber, o 7º com o espanhol Fernando Alonso, da Renault, fechando os oito primeiros. Piquet e Barrichello terminaram, respectivamente, em 11º e 13º lugar.


Hamilton lidera o campeonato, com 14 pontos, seguido por Raikkonen e Heidfeld, com 11. Kovalainen é o 4º com 10, seguido por Kubica, com 8.


A próxima etapa acontece no dia 06 de abril, no Bahrein.


Final:


1. Kimi Raikkonen FIN Ferrari 56 voltas em 1h31m18.555
2. Robert Kubica POL BMW Sauber  a 19.570
3. Heikki Kovalainen FIN McLaren-Mercedes a 38.450
4. Jarno Trulli ITA Toyota a 45.832
5. Lewis Hamilton GBR McLaren-Mercedes a 46.548
6. Nick Heidfeld ALE BMW Sauber a 49.833
7. Mark Webber AUS Red Bull-Renault a 1m08.130
8. Fernando Alonso ESP Renault a 1m10.041
9. David Coulthard GBR Red Bull-Renault a 1m16.220
10. Jenson Button GBR Honda a 1m26.214
11. Nelson Piquet BRA Renault a 1m32.202
12. Giancarlo Fisichella TA Force India-Ferrari a 1 volta
13. Rubens Barrichello BRA Honda a 1 volta
14. Nico Rosberg ALE Williams-Toyota a 1 volta
15. Anthony Davidson GBR Super Aguri-Honda a 1 volta
16. Takuma Sato JAP Super Aguri-Honda a 2 voltas
17. Kazuki Nakajima JAP Williams-Toyota a 2 voltas


Abandonos:
 
Sebastian Vettel ALE Toro Rosso-Ferrari 39
Felipe Massa BRA Ferrari 30
Adrian Sutil ALE Force India-Ferrari 5  
Timo Glock ALE Toyota 1
Sebastien Bourdais FRA Toro Rosso-Ferrari 0


Volta mais rápida:


Nick Heidfeld ALE BMW Sauber 55 1:35.366


Foto: Grandprix.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *