F1: Kubica ainda não sabe se correrá na França

O piloto polonês Robert Kubica disse que ainda precisa de uma liberação dos médicos para correr o Grande Prêmio da França, que acontece no dia 1º de julho. O piloto da BMW afirma que está trabalhando sua parte física nestes dias em que não pode testar.

“Eu estou muito entediado em não fazer coisa alguma. Não estou acostumado a descançar por um período tão longo quanto este, sem testes, sem encontros com a imprensa. Mas, é claro, eu tenho aproveitado este tempo para aperfeiçoar minha forma física”, contou Kubica.

O polonês ainda agradeceu a todos os votos de melhoras que tem recebido dos fãs durante a recuperação do acidente sofrido no GP do Canadá.

“Eu recebi tantos votos de melhoras de todas as partes do mundo e quero agradecer a todos por isso”, disse o piloto.

Kubica ainda creditou às normas de segurança da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) e aos engenheiros da BMW o fato de ter saído ileso do acidente a 230 km/h.

“Se tivesse nascido antes eu ainda teria o desejo de correr na Fórmula 1, mas estaria mais sujeito a sofrer acidentes. Acho que tenho sorte por correr na Fórmula 1 moderna”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *