F1: Lewis Hamilton vence nos EUA. Decisão do título fica para o Brasil

O inglês Lewis Hamilton (McLaren) venceu neste domingo (18/11), o GP dos EUA, no Circuito das Américas, em Austin, penúltima etapa da temporada. O alemão Sebastian Vettel (Red Bull) e o espanhol Fernando Alonso (Ferrari) completaram o pódio.

Na largada, o pole Vettel manteve a ponta, seguido pelo australiano Mark Webber, seu parceiro de equipe, que superou Hamilton. Largando na parte limpa da pista, Alonso ganhou três posições, indo de 7º, para 8º. Na quarta volta, na zona de abertura da Asa Traseira Móvel (DRS), Hamilton superou Webber.

Três voltas depois, o francês Romain Grosjean (Lotus) rodou, caindo da 6ª, para a 12ª posição. Os brasileiros Felipe Massa (Ferrari) e Bruno Senna (Williams) vinham na 7ª e 10ª posições, respectivamente.

Hamilton começou a diminuir a vantagem de Vettel, chegando a ficar dentro da casa de um segundo, a permitida para o uso do DRS.

Na 15ª volta, o francês Jean-Eric Vergne (Toro Rosso), se enroscou entre as Mercedes dos alemães Nico Rosberg e Michael Schumacher, e quebrou uma suspensão. O francês abandonou na grama.   

Com problemas mecânicos, Webber abandonou na 18ª volta, com Alonso passando para terceiro. A vantagem de Vettel sobre Hamilton voltou a subir, indo para 3s7, pouco antes do começo dos pit stops.

Na 21ª volta, Hamilton fez a sua parada, com Alonso entrando junto. Nos boxes, a Ferrari teve problema na roda traseira direita, e demorou 6s3. Na seguinte, Vettel parou, mantendo a ponta no retorno a prova.

O inglês Jenson Button (McLaren), que largou com pneus duros e ainda não tinha feito a troca, superou Alonso na 24ª volta, indo para quinto. Na 26ª volta, o finlandês Kimi Raikkonen (lótus), que vinha em segundo, foi para os boxes. Massa fez a troca na volta seguinte.  Na 28ª volta, Raikkonen passou Massa, que tinha pneus frios, pelo 6º.

Com trinta volta, Vettel liderava com 2s4 de vantagem sobre Hamilton. Na seguinte, o australiano Daniel Ricciardo (Toro Rosso), que vinha em 5º, fez a sua parada.

Em apenas quatro voltas, a vantagem de Vettel caiu para apenas 0s4, com o alemão passando a usar o KERS, para se defender dos ataques de Hamilton. Finalmente Button foi para os boxes na 36ª, colocar pneus macios. Na 40ª volta, Massa passou Raikkonen, pelo quarto lugar.

Na 42ª volta; muito mais veloz do que a Red Bull, Hamilton passou Vettel, assumindo a liderança. Quatro voltas depois Button passou Raikonen, indo para 5º.

Hamilton abriu vantagem suficiente para manter Vettel sob controle, nas voltas finais. Alonso vinha distante, mais de 30 segundos atrás.

Ao final das 56 voltas, Hamilton recebeu a bandeirada com 0s600 de vantagem sobre Vettel. Alonso fechou o pódio.

Massa foi o 4º, seguido por Button e Raikkonen. Grosjean terminou em 7º. Nas voltas finais, o alemão Nico Hulekenberg (Force India) venceu a disputa com as Williams, do venezuelano Pastor Maldonado e do brasileiro Bruno Senna, pelo oitavo lugar. Eles chegaram separados por 1s4 de diferença.  Maldonado e Senna chegaram a tocar rodas, na 52ª volta, quando o venezuelano superou o parceiro de equipe.

Vettel e Alonso vão para a prova final, o GP do Brasil em Interlagos, no próximo domingo, separados por 13 pontos, 273 a 260.

A Red Bull conquistou o seu terceiro título de construtores  na categoria. 
Final:

1: Lewis Hamilton (ING/McLaren) – 56 voltas em   1h35min55s269
2: Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) – a 0s600
3: Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – a 39s200
4: Felipe Massa (BRA/Ferrari) – a 46s000
5: Jenson Button (ING/McLaren) – a 56s400
6: Kimi Raikkonen (FIN/Lotus) – a 1min04s400
7: Romain Grosjean (FRA/Lotus) – a 1min10s300
8: Nico Hulkenberg (ALE/Force India) – a 1min13s700
9: Pastor Maldonado (VEN/Williams) – a 1min14s500
10: Bruno Senna (BRA/Williams) – a 1min15s100
11: Sergio Perez (MEX/Sauber) – a 1min24s300
12: Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso) – a 1min24s800
13: Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – a 1min25s500
14: Kamui Kobayashi (JAP/Sauber) – a 1 volta
15: Paul Di Resta (ESC/Force India) – a 1 volta
16: Michael Schumacher (ALE/Mercedes) – a 1 volta
17: Vitaly Petrov (RUS/Caterham) – a 1 volta
18: Heikki Kovalainen (FIN/Caterham) – a 1 volta
19: Tmo Glock (ALE/Marussia) – a 1 volta
20: Charles Pic (ALE/Marussia) – a 2 voltas
21: Pedro De la Rosa (ESP/Hispania) – a 2 voltas
22: Narain Karthikeyan (IND/Hispania) – a 2 voltas

Não Completaram
Mark Webber (AUS/Red Bull)
Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *