F1: Lewis Hamilton vence o movimentado GP da China

O britânico Lewis Hamilton (MLaren) venceu neste domingo (17/04), o GP da China, em Shangai, 3ª etapa da temporada. Foi a primeira vitória de Hamilton no ano e 15ª na categoria. A dupla da Red Bull, o alemão Sebastian Vettel e o australiano Mark Webber completaram o pódio.

Depois de a equipe conseguir ligar o motor de sua McLaren a apenas um minuto da volta de apresentação, Hamilton fez uma grande prova. Com a estratégia de três paradas nos boxes, Hamilton ultrapassou o rival pela liderança faltando quatro voltas para o final. Vettel, que parou duas vezes nos boxes, e não pode contar com o KERS (que superaquece) nada pode fazer com os pneus duros já desgastados.

Saindo da 18ª posição Webber foi ganhando posições volta a volta. Na penúltima superou o britânico Jenson Button (McLaren), conquistando a última vaga no pódio. Ele também marcou a volta mais rápida da prova.

Button, que na largada assumiu a ponta, mas cometeu um erro no primeiro pit stop (errou o local e entrou nos boxes da Red Bull), perdendo a ponta para Vettel (que vinha logo atrás), foi o 4º. O alemão Nico Rosberg (Mercedes) liderou algumas voltas no começo ao parar antes dos rivais, terminando em 5º, seguido pela dupla da Ferrari, o brasileiro Felipe Massa e o italiano Fernando Alonso. Foi a segunda prova consecutiva que Massa termina a frente de Alonso.

O alemão Michael Schumacher (Mercedes) chegou em 8º, colado em Alonso. O russo Vitaly Petrov (Renault) e o japonês Kamui Kobayashi (Sauber) superaram o escocês Paul di Resta nas duas últimas voltas, para serem 9º e 10º colocados, respectivamente.

O brasileiro Rubens Barrichello (Williams) terminou na 13ª posição, uma posição a frente do alemão Nick Heidfeld (Renault), que não teve um bom desempenho, uma semana depois de subir ao pódio na Malásia.

Apenas um piloto abandonou a prova. O espanhol Jaime Alguersuari (Toro Rosso) perdeu a roda traseira esquerda logo após deixar os pits na 12ª volta, encostando o carro na lateral da pista.
 
Vettel lidera o campeonato com 68 pontos, 21 a mais do que Hamilton. Button é o 3º com 38, seguido por Webber com 37. Massa com 24 é o 6º.

A próxima etapa, o GP a Turquia, em Istambul, acontece no dia 08 de maio. 

Final:

1º – Lewis Hamilton (GBR) McLaren-Mercedes – 56 voltas
2º – Sebastian Vettel (ALE) Red Bull-Renault – a 5s1
3º – Mark Webber (AUS) Red Bull-Renault – a 7s5
4º – Jenson Button (GBR) McLaren-Mercedes – a 10s0
5º – Nico Rosberg (ALE) Mercedes – a 13s4
6º – Felipe Massa (BRA) Ferrari – a 15s8
7º – Fernando Alonso (ESP) Ferrari – a 30s6
8º – Michael Schumacher (ALE) Mercedes – a 31s0
9º – Vitaly Petrov (RUS) Renault Lotus – a 57s4
10º – Kamui Kobayashi (JAP) Sauber-Ferrari – a 1m03s2
11º – Paul di Resta (GBR) Force India-Mercedes – 1m08s7
12º – Nick Heidfeld (ALE) Renault Lotus – a 1m12s7
13º – Rubens Barrichello (BRA) Williams-Cosworth – 1m30s1
14º – Sebastien Buemi (SUI) Toro Rosso-Ferrari – 1m30s6
15º – Adrian Sutil (ALE) Force India-Mercedes – a uma volta
16º – Heikki Kovalainen (FIN) Team Lotus-Renault – 1a uma volta
17º – Sergio Perez (MEX) Sauber-Ferrari – a uma volta
18º – Pastor Maldonado (VEN) Williams-Cosworth – a uma volta
19º – Jarno Trulli (ITA) Team Lotus-Renault – a uma volta
20º – Jerome d’Ambrosio (BEL) Marussia Virgin-Cosworth – a duas voltas
21º – Timo Glock (ALE) Marussia Virgin-Cosworth – a duas voltas
22º – Vitantonio Liuzzi (ITA) Hispania-Cosworth – a duas voltas
23º – Narain Karthikeyan (IND) Hispania-Cosworth – a duas voltas

ABANDONO
Jaime Alguersuari (ESP) Toro Rosso-Ferrari – 12 voltas

VOLTA MAIS RÁPIDA
Mark Webber (AUS) Red Bull-Renault – 1m38s993, na 42ª

Foto: Site oficial da equipe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *