F1: Lewis Hamilton vence primeiro GP da Rússia

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) venceu neste domingo (12/10), o GP da Rússia, em Sochi, 16ª etapa da temporada. Foi a nona vitória de Hamilton no ano. O alemão Nico Rosberg completou a dobradinha da Mercedes, que garantiu com antecedência o título de Construtores. O finlandês Valtteri Bottas (Williams) foi o terceiro.

Pole-position, Hamilton foi superado por Rosberg, que aproveitou a grande reta do circuito russo. Porém na primeira curva, o alemão escapou da pista, travou os pneus.  Imediatamente recebeu ordens da equipe, via rádio, para devolver a posição.

Na segunda volta, Rosberg foi para os boxes, e trocou os pneus (que ficaram totalmente desgastados com a forte freada) para os macios. Voltou na penúltima posição, e rapidamente começou a recuperar posições.

Hamilton liderava com folga, seguido por Bottas, o britânico Jenson Button (McLaren), o espanhol Fernando Alonso (Ferrari) e o francês Jean-Eric Vergne (Toro Rosso).

Saindo da 17ª posição, o brasileiro Felipe Massa (Williams), também foi para os boxes no começo, e caiu para a última posição.

Na 27ª volta, Hamilton fez a sua parada nos pits, sem perder a liderança. Com a parada do alemão Sebastian Vettel (Red Bull) na 30ª volta, Rosberg era o terceiro, atrás de Hamilton e Bottas. Na volta seguinte,

Rosberg abriu vantagem sobre Bottas, mas não conseguia tirar a diferença para Hamilton.

No meio do pelotão, Massa (após a segunda parada nos boxes) tentava ganhar posições, para entrar na zona de pontos. Mas parou atrás do mexicano Sergio Pérez (Force India), passando também a ser pressionado pelo alemão Nico Hulkenberg, parceiro de equipe de Pérez.

Hamilton manteve o controle até o final, cruzando a linha de chegada com 13s6 de vantagem sobre Rosberg. Bottas fechou o pódio.

Button terminou em quarto, seguido pelo parceiro de equipe, o dinamarquês Kevin Magnussen, e Alonso. O australiano Daniel Ricciardo (Red Bull), Vettel, o finlandês Kimi Raikkonen (Ferrari) e Pérez, completaram a zona de pontos. Massa terminou na 11ª posição.

Bottas marcou a melhor volta da prova: 1m40s896, na última volta.

A Mercedes conquistou com antecedência o seu primeiro título de Construtores.      

Hamilton lidera o campeonato com 291 pontos, seguido por Rosberg com 274 e Ricciardo com 199.

A próxima etapa, o GP dos EUA, em Austin, acontece no dia 02 de novembro.

Final:

1: Lewis Hamilton (ING/Mercedes)
2: Nico Rosberg (ALE/Mercedes)
3: Valtteri Bottas (FIN/Williams)
4: Jenson Button (ING/McLaren)
5: Kevin Magnussen (DIN/McLaren)
6: Fernando Alonso (ESP/Ferrari)
7: Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull)
8: Sebastian Vettel (ALE/Red Bull)
9: Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari)
10: Sergio Pérez (MEX/Force India)
11: Felipe Massa (BRA/Williams)
12: Nico Hulkenberg (ALE/Force India)
13: Jean-Éric Vergne (FRA/Toro Rosso)
14: Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso)
15: Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber)
16: Adrian Sutil (ALE/Sauber)
17: Romain Grosjean (FRA/Lotus)
18: Pastor Maldonado (VEN/Lotus)
19: Marcus Ericsson (SUE/Caterham)
Não completaram
Kamui Kobayashi (JAP/Caterham)
Max Chilton (ING/Marussia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *