F1: Lucros da cidade com a Fórmula 1

Caio Luiz de Carvalho, presidente da SPTuris, assistiu ao GP do Brasil de Fórmula 1, já pensando na corrida do ano que vem, dia 21 de outubro. A preocupação é a melhor aplicação possível da verba de R$ 15 milhões para melhorias no autódromo de Interlagos, já prevista no orçamento de 2007. O possível recapeamento de todo o traçado será um dos assuntos a serem discutidos com os técnicos.


“Para cada real investido, a cidade tem o retorno de R$ 3,2. Com o GP, a cidade ficou com cerca de R$ 140 milhões. Na prática, isso significa que a corrida garantiu quase 10 mil empregos. Os números indicam que cada R$ 15 mil de lucro assegura um emprego em São Paulo”. Fora isso, Caio estima em cerca de R$ 20 a R$ 30 milhões o ganho com ISS nos últimos dez dias.

Como professor da Fundação Getúlio Vargas, Caio de Carvalho participou dos estudos da FIPE – Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas – sobre o impacto da Fórmula 1 na economia da cidade. “A corrida é o maior evento do país. Ela proporciona um lucro que é superior, por exemplo, ao carnaval do Rio. Por isso, a Prefeitura tem que trabalhar para mantê-la”. Caio reconhece que as reivindicações de Coréia do Sul, Rússia, entre os outros países, para sediar uma corrida de Fórmula 1 deve servir de alerta. “Nós estamos no calendário da FIA com data confirmada. O que precisamos fazer é continuar modernizando o autódromo. É o que faremos no ano que vem”, assegura.

“Além do lucro que tivemos em São Paulo, esta corrida mostrou a cidade para todo o mundo. Um GP como este, valendo a decisão do campeonato, com a despedida de Michael Schumacher, a presença de Pelé, deve ter garantido uma grande audiência em todo o mundo”, avalia.

Caio agora quer reunir a Confederação Brasileira de Automobilismo, Federação Paulista de Automobilismo e montadoras para discutir o melhor aproveitamento possível do autódromo. “As montadoras sempre utilizaram o circuito e Interlagos é muito importante para elas. Nós vamos discutir como elas poderão colaborar agora para melhorar as condições do nosso autódromo”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *